Quarta-Feira, 13 de dezembro de 2017 Nossa história      

Notícias

1º AUDIÊNCIA PÚBLICA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PREFEITO ZÉ WLISSES

O PREFEITO.
 
 José Wilson de Carvalho (Zé Wlisses) prefeito municipal de Simões-PI, fazendo cumprir a portaria 548/2010 da secretaria do tesouro nacional, decreto federal 7185/2010  e a lei responsabilidade fiscal, realiza audiência pública de prestação de contas do 1º semestre de seu mandato, período de Janeiro a Junho de 2017. A transparência da aplicação dos recursos públicos cumpriu a legislação acima citada e demonstrou o resultado alcançado do plano de trabalho elaborado e executado pela administração municipal. A audiência pública é feita para atender ao disposto no inciso 4º do art. 1º da LC 101/00, a saber que a responsabilidade na gestão fiscal pressupõe a ação planejada e transparente,  em que se previnem riscos  capazes de afetar o equilíbrio das contas públicas.
O prefeito Zé Wlisses, abriu a audiência cumprimentando a vice-prefeita Claudeir Feitosa, aos vereadores, aos secretários municipais, assessores e o público presente. Disse que a LRF obriga o gestor através de audiência pública demonstrar para a população toda movimentação financeira e ações gerais da administração e declarou aberta a audiência.
Em seguida Zé Wlisses fez uma explanação das ações gerais de sua administração, demonstrando através de slids,  imagens dos trabalhos realizado no 1º semestre ao tempo em que explicava para o público cada trabalho exposto, falando da necessidade da execução dos serviços e das obras.  Segundo o prefeito apesar das dificuldades do momento, espera em breve sanar toda essa situação, atualizando as contas do município.
A CONTABILIDADE.
 
 A assessoria contábil do município através do Dr. Valdeci Araújo Lima e Denilson Lopes, fizeram avaliação e demonstração do cumprimento de metas e explicaram sobre orçamento, indicadores, desempenho de resultados,  receita corrente, receita de capital, comparativo, classificação de despesas, dívida fundada interna, gastos com pessoal, bem como aplicação da receita despesas com saúde e educação. Os gastos com saúde e educação, demonstraram que o município teve participação acima do que determina a lei de responsabilidade fiscal. Os resultados apresentados da administração direta do poder executivo demonstraram cumprimento de meta e princípio de gestão responsável conforme a LRF.
Segundo a assessoria contábil, o gestor público tem que publicar as ações do município, como também as receitas e despesas do 1º semestre, obedecendo a constituição federal,  a LRF e o decreto 7185/2010, onde diz que o gestor tem que realizar audiência pública de prestação de contas para a sociedade de toda sua movimentação financeira e de serviços prestados. O contador Denilson Lopes ao usar da palavra, disse que o município de Simões já está no limite da LRF e  pediu a não contratação de pessoal e  redução das  gratificações.
 
Sobre o INSS, o prefeito Zé Wlisses, pediu aos contadores que enfatizasse numa explicação bem clara e objetiva para o auditório, o momento pelo qual passa o município. Os contadores disseram que o município paga R$ 61.268,25 (sessenta e um mil duzentos e sessenta e oito reais e vinte cinco centavos) isso só de parcelamento de INSS/PASEP e sendo o normal mensal no valor de R$ 309.376,48 (trezentos e nove mil  trezentos e setenta e seis reais e  quarenta e oito centavos), além do mais as despesas com AGESPISA com pagamento mensal parcelado R$ 5.256,44 (cinco mil duzentos e cinquenta e seis reais e quarenta e quatro centavos) e normal  R$ 6.763,64 (seis mil setecentos sessenta e três reais e sessenta quatro centavos), da mesma forma as despesas com a ELETROBRAS,  com pagamento mensal parcelado R$ 6.461,69 (seis mil  quatrocentos sessentas e um  reais e sessenta e nove centavos) e normal  R$ 21.285,74 (vinte e um mil duzentos e oitenta e cinco reais e setenta e quatro centavos).  Sem frizar as outras despesas que mantém a estrutura administrativa.
 
AS SECRETARIAS MUNCIPAIS.
 
Os secretários municipais, fizeram apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelas suas pastas, demonstrando os serviços prestados a população. A audiência pública permitiu a exposição de dados a respeito das ações gerais do município e foi uma oportunidade para o cidadão tomar conhecimento da definição concreta dos trabalhos das secretarias muncipais.